quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

[Resenha 42] Quando um homem ama uma mulher - Bella Andre (Os Sullivans #10)

*** Uma "prequel" das românticas histórias Sullivan ***



Editora Novo Conceito
304 páginas

Série "Os Sullivan"
1. Um Olhar de Amor (Chase Sullivan)
2. Por um momento apenas (Marcus Sullivan)
3. Não posso me apaixonar (Gabe Sullivan)
4. Só tenho olhos para você (Sophie  Sullivan)
5. Se você fosse minha (Zach Sullivan)
6. Quero ser seu (Ryan Sullivan)
7. Perto de Você (Smith Sullivan)
8.5 Uma noite apenas
10. Quando um Homem ama uma mulher (Mary Sullivan)

Sinopse:
"Os olhos de Jack estavam mais negros, até mesmo mais intensos, do que ela se lembrava conforme ele caminhava em sua direção. Ela se esforçou para suas pernas não tremerem, e para não sair correndo direto para os braços dele."

Para Mary Sullivan, reunir-se com os oito filhos, genros, noras e netos no chalé do Lago Tahoe é sempre um motivo de alegria. Cada um dos objetos que decoram a casa traz consigo um turbilhão de lembranças, todas elas guardadas com muito carinho em seu coração.

Ao acender a lareira em mais uma noite de inverno, Mary imediatamente volta aos dias do início do seu tórrido romance com Jack, vivenciando novamente o amor que mudaria a sua vida para sempr
e.

Opinião
Mais um livro dos Sullivan: "Oba!" ou "Aff"??
Bem, apesar de eu amar os livros sobre os irmãos Sullivans, sinto um pouco de ambos. Oba! =D e Aff! =(

Este não é um livro tradicional dos Sullivan. Trata do encontro de Jack e Mary, os pais dos oito irmãos dos livros principais. O livro começa em um dia de Natal, nos tempos atuais. Mary está em sua casa aguardando os filhos, noras, genros e netos para a comemoração e se põe a decorar a árvore de Natal. Ela conta sobre a infância e as características de cada um dos filhos, o que é legal para quem os conhece e fica tranquilo para quem não conhece. Então ela passa a relembrar como conheceu seu marido Jack.

Jack faleceu ainda jovem, deixando Mary com 8 filhos para cuidar. Isso já sabemos dos livros prévios da série, mas não sabemos nada mais sobre Jack além de que devia ser um homem bonito, bom e fértil, rsrsrs A seguir vem a história do encontro dos dois, contada como sempre em terceira pessoa, alternando pontos de vista de cada um dos protagonistas.

Mary era uma modelo de 31 anos, pensando em terminar sua carreira e Jack um engenheiro empenhado em buscar seu sonho, para isso concentrado em seu trabalho que ainda não lhe rendera frutos. A determinação de Jack em fazer esse sonho dar certo, faz com que os caminhos dos dois se cruzem e então os faz começarem a trabalhar juntos. 

Como em todos livros de Sullivan, a atração é impossível de negar e o caso dos dois é bem quente e romântico. Nada de inovador, mas nada de ruim. Bom como sempre.

A escrita é legal, os personagens são bem desenvolvidos. Mary tem uma questão pessoal no seu passado que a impede de se entregar - que original... #SQN - uma briga com a mãe. Jack é mais certo de si. No desenrolar de tudo, conhecemos os irmãos de Jack, que são pais dos primos Sullivan dos próximos livros. 

Gostei do livro, dei 3 de 5 estrelas no Skoob. Não foi o melhor livro da série porque senti falta do "entre". Queria saber o que aconteceu com Jack após a resolução do romance: como ele faleceu, o que aconteceu com Mary após isso... Fiquei bem desapontada por não ver mais da história de Mary e Jack. 

Sei que seria bem triste, mas mesmo assim, acho que faria sentido, ligaria as pontas das duas histórias. E nem precisaria ser algo muito longo, mas acho que poderia até ter um outro livro sobre isso.

Outra coisa que deixou a desejar para mim. A história havia começado com Mary nos tempos atuais, e até voltou para os tempos atuais, com ela sendo tirada de seus devaneios para receber os convidados para seu jantar. Também senti falta de ver mais dos filhos interagindo e dando "notícias de como andam suas histórias", como sempre e nem apareceu nada disso. Também podia ter dado um gancho para os livros dos primos Sullivan de Seattle, já que o próximo da série mostrará Mia Sullivan, que é sobrinha de Mary e não de sua família direta.

Recomendaria?? Recomendo para os leitores da série Sullivan e que gostam de romances de amor verdadeiro com pitadas de sexo "caliente".

Releria?? Não penso em reler tão cedo. Gostei da história e continuarei lendo os Sullivans, mas não acabou sendo um dos meus preferidos.