segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

[Resenha 44] Na Sua Pele - Jay Crownover (Homens Marcados #01)



Capa e título original; capa e título brasileiros.

Na Sua Pele (RULE)
Livro 1 da série Homens Marcados
Jay Crownover
V&R 
328 páginas

Série Homens Marcados (Marked Men):

1. Na Sua Pele (RULE) - sobre o tatuador Rule e a Shaw, apaixonada por ele desde sempre
2. Notas Quentes (JET) - sobre o roqueiro Jet e a Ayden, melhor amiga da Shaw
3. Armas de Sedução (ROME) - irmão mais velho de Rule, o soldado Rome e a Cora, "gerente" do estúdio.
4. NASH (sem tradução pro português) - tatuador e ex-colega de quarto do Rule e enfermeira Saint
5. ROWDY (sem tradução pro português) - outro tatuador do estúdio e modelo pin-up Salem
6. ASA (sem tradução pro português) - o bartender irmão da Ayden e vizinha policial do Nash, a Royal.

Sinopse: Quando o tatuador Rule Archer passa, todos os olhares se voltam para ele. O cara é alto, tem o corpo todo desenhado e penetrantes olhos azuis capazes de fazer qualquer garota suspirar. Rule não segue regras. Rule não namora. Ele é do tipo que passa cada noite com uma mulher diferente... um perfeito bad boy. A estudante de medicina Shaw Landon é linda, rica e estudiosa. Ela sempre segue as regras. É o tipo de garota que namora alguém escolhido pelos pais. Mas não é isso o que ela quer. Tudo o que Shaw sempre deseja e sempre desejou é ter Rule Archer. Apesar de se conhecerem há muito tempo, o bad boy nunca havia reparado naquela menina perfeita. Quase ninguém poderia imaginar que os dois formariam um casal. Rule e Shaw são opostos perfeitos. E um relacionamento entre os dois tem tudo para ser explosivo. Na sua pele vai enlouquecer você. Uma história de amor improvável, muitas reviravoltas e cenas picantes. Esse livro marcará você como nenhum outro.

Opinião: 

Li esse livro em ebook no ano passado, pelo início de agosto. Na época não escrevi uma resenha sobre ele, mas saí indicando para toda garota que sei que curte este tipo de leitura. 

Corrijo-me. DEVOREI esse livro ano passado. Quando peguei ele na estante (TIVE que adquirir em cópia física) para dar uma olhada antes de finalmente resenhar, acabei devorando-o novamente. O que era para ser algumas páginas foram 98 e acabei decidindo fazer a releitura completa! Foi um pouco estranho reler sabendo o que acontece com os personagens até o quarto livro da série (recém terminei o ebook em inglês do Nash), mas mesmo assim foi ótimo relê-lo.


começo de "Na Sua Pele" me lembrou muito "Belo Desastre", da autora Jamie McGuire, principalmente pelo fato de "menina inocente x badboy", mas logo vamos percebendo que Shaw não é tão inocente e nem Rule é tão bad-boy. No entanto, a série "Homens Marcados" é bastante similar com "À Flor da Pele" (Inked Armor), da autora Helena Hunting, que resenhei aqui e também amei, mas que não consegui devorar da mesma maneira. Em certos pontos cheguei a pensar que uma série era fanfic de outra, de tantas similaridades, mas conforme vamos adentrando na trama percebemos que não são. As singularidades são maiores que as similaridades. 


Enfim... Vamos à pequena introdução:

Rule Archer é um tatuador todo tatuado e com piercings (um na boca, um a sobrancelha e até um na cabeça do...é. Lá mesmo.) que usa um moicano que muda frequentemente de cor. Ele tinha um irmão gêmeo certinho, o Remy, que morreu num acidente de carro, e tem um irmão mais velho, o soldado Rome. A família Archer há tempo acolheu uma garota como da família. Shaw Landon, loirinha, baixinha, estudante de Medicina e esforçada, que tem pais divorciados e casados com outros cônjuges, que só pensam neles mesmos. Remy a trouxe para casa e desde o primeiro minuto em que ela viu Rule, se encantou por ele. 

Esse encantamento se transformou em amor e com o passar do tempo, Shaw se desencantou com as atitudes grosseiras e com a "galinhagem" do cara, ficando desiludida, mas nunca deixando de amar dele. Rule não tem ideia que ela gosta dele e tem pré-julgamentos sobre ela: que é mimada, inalcançável, séria e outras coisas.


Em dado momento, encontrando-a em uma situação diferente da em que normalmente a vê, ele percebe que talvez esteja errado. Pouco tempo depois, Shaw - bêbada no aniversário de 20 anos dela, que só a amiga Ayden lembrou, os pais dela não -  resolve tomar uma atitude sobre sua paixão com Rule.


Essa atitude me lembrou um pouco a história de "Só tenho olhos para você", meu livro preferido da Bella Andre. Só que, se você já leu ele, os rumos de Sophie e Shaw divergem naquele detalhe importante.


Bem... 

Eu gostei muito da leitura deste e dos outros três livro da série que já li e em breve resenharei aqui também, aguarde. Shaw e Rule passam por bastante sexo, amor, ex-namorados perseguidores, brigas entre si e problemas familiares. 

O amor que cresce entre Shaw e Rule é bacana. Os personagens secundários são bem construídos, provavelmente porque vamos vê-los nos próximos livros, mas a amizade dos jovens do estúdio de Rule e de Shaw e Ayden que vão se misturando, acaba criando uma família de "desajustados" que é gostosa de ver. 


A amizade é uma grande presença nessa série, e eu adoro um livro com amizades verdadeiras e poderosas. Por outro lado, problemas familiares também são uma grande presença nessa série, e é isso que em boa parte traz os traumas e dramas pessoais de cada personagem. No caso de Shaw, uma família fragmentada, apenas interessada em aparências. No caso de Rule, uma família que ama, mas que não o aceita do jeito que é, principalmente por ser tão diferente do seu gêmeo. 

(a mãe do cara chegou a dizer a ele que preferia que ele tivesse morrido e não o irmão! #drama)

Quase ia esquecendo de mencionar... Como o centro de todas as histórias da série é um estúdio de tatuagens e piercings, se você não gosta desse estilo e/acessórios, provavelmente não gostará da história. A tatuagem durante os livros da série é colocada não como rebeldia e sim é explicada para cada mocinho tatuado da série, com uma ação pensada, com motivos diferentes. Até eu que sempre achei tatuagem bonito e já tive vontade de fazer piercings, mas não tenho nenhum, fiquei um pouco chocada com a quantidade de tatuagens e piercings de alguns personagens e com a localização de alguns deles (e por outro lado, tive mais vontade de fazer também...).

Como falei sobre a outra série similar, uma coisa que gostei muito desse livro e dessa série, as questões são resolvidas de modo realista: pessoas vão ao médico se tratar, pessoas conversam, pessoas discutem, pessoas amadurecem. Nada é resolvido magicamente, como em alguns outros romances que vemos por aí, apenas "por causa do amor". 

Ah, a tradução é boa, não encontrei nenhum problema sério. Os capítulos se revezam entre os pontos de vista de Shaw e Rule e as vozes dos dois são diferentes. Rule é mais desbocado e informal e a Shaw fala um pouco mais rebuscado e correto. Achei isso interessante. 

Vale mencionar que o romance com Rule e Shaw como centrais termina neste livro, sendo que o próximo trará ação entre outros protagonistas, mas continuaremos vendo Rule e Shaw no pano de fundo. O final de todos os livros da série trazem listas com algumas das músicas citadas pelos personagens e que a autora associou com os gostos de cada um deles. Tem gente que gosta de ouvir música enquanto lê, então pode ser bacana.

Uff! Cansei vocês? Desculpa aí... É que simplesmente amei a história. Se você se interessou ao menos um pouco pelo que contei, LEIA esse LIVRO. Sério. 

Recomendaria?? SIM, MUITO! Leitura rápida, gostosa, com profundidade interessante, personagens cativantes e muita ação, sexual e policial.


Releria?? Simmm! Li no Kobo e adquiri uma cópia física pouco depois por ter amado tanto. Acabei de reler e não descarto uma terceira leitura no futuro <3