quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Top 5 sinopses muito muito doidas (mesmo!)

Há algum tempo escrevi uma publicação com 5 sinopses loucas que achei por ai: TOP 5 sinopses muito muito doidas
Só que acontece que continuo esbarrando em outras sinopses que eu acho bem doidas, então... 
Aqui está! 
A segunda edição desse TOP 5! 


*** 

TOP 5 SINOPSES MUITO MUITO DOIDAS (MESMO!) 

1. O ARTÍFICE DO TEMPO (Niel Bushnell)






"Jack Morrow, de 13 anos de idade, descobre que tem a capacidade natural de viajar no tempo através das Necrovias, passagens interdimensionais que conectam as lápides à data de morte da pessoa enterrada. Desesperado para desvendar o segredo sombrio que cerca seus ancestrais, Jack viaja por elas e descobre um mundo secreto sob as ruas da Londres de 1940. Perseguido pelas Paladinas – versão feminina e fantasmagórica de cavaleiros medievais –, Jack precisa encontrar a mítica espada Durendal, perdida, antes que seja usada para reviver o terrível mestre das Paladinas, Rouland. O futuro de Jack, e de toda a sua família, depende de que ele evite o retorno de Rouland. Mas estará o tempo do seu lado?"

O que dizer sobre "ISSO"?

Até que não parece tãoooo louco assim, mas vamos combinar que a combinação é meio maluca né? CavaleirAs medievais, viagem no tempo através de túmulos e espadas míticas até que não são a pior combinação dos tempos, mas parece bem esquisita para mim...

Qual a chance disso dar certo?

Levando em conta que a combinação não parece ser tão bizarra, acho que tem chance sim de dar certo. Vale lembrar que é um livro dois de uma série né, então já deve ter dado certo...



2. ALICE NO PAÍS DAS ARMADILHAS (Mainak Dhar)




"O planeta Terra foi devastado por um ataque nuclear, e boa parte de sua população se transformou em Mordedores, mortos-vivos que se alimentam de sangue e, com sua mordida, fazem dos humanos seres como eles.


Alice é uma jovem humana de 15 anos que mora no País das Armadilhas, nos arredores da cidade que um dia foi Nova Déli, na Índia. Ela nasceu nessa nova realidade aterrorizante e teve de aprender a se defender sozinha desde cedo.

As coisas mudam quando Alice decide seguir um Mordedor por um buraco no chão: ela descobre a estarrecedora verdade por trás da origem das criaturas e se dá conta da profecia que ela mesma está destinada a consumar — uma profecia que se baseia nos restos chamuscados do último livro encontrado no País das Armadilhas, uma obra chamada Alice no País das Maravilhas .

Uma mistura incomum de mitos, teorias conspiratórias e Lewis Caroll, Alice no País das Armadilhas pode parecer mais uma história de zumbi, mas é uma metáfora instigante de como tendemos a demonizar aquilo que não compreendemos"

Pessoal, a Maria José, colaboradora aqui do Blog na coluna "As Letras da Maria", blogueira do "Pétalas de Liberdade" resenhou esse livro lá no Blog dela. Confira aqui.

O que dizer sobre "ISSO"?
Alice no país das maravilhas com zumbis. Nunca pensaria em juntar isso.

Qual a chance disso dar certo?

Parece que a Maria gostou muito... Confio nela, mas realmente eu não entraria de cabeça nesse buraco de Alice aí.

3. MINHA VEZ DE BRILHAR - Erin E. Moulton 


"Em uma noite, Indie faz um pedido para uma estrela. Ela quer muito reencontrar a sua lagosta de estimação, e também quer que sua irmã Bibi volte a gostar dela. Mas ter os seus desejos realizados pode exigir dedicação integral! Indie trabalha no teatro durante o dia, mostrando a Bibi e seus amigos o quanto ela pode ser útil. À noite, ela procura sua lagosta perdida, e para isso conta com a ajuda de seu novo grande amigo, Owen. Tudo vai bem até que Bibi e sua turma começam a pegar no pé de Owen, o maior exemplo de nerd e futuro loser. Será que Indie vai conseguir manter em segredo sua amizade com Owen? Será que, para ser uma pessoa melhor, Indie precisa mesmo ser diferente?"
O que dizer sobre "ISSO"?
Parece um livro para crianças, mas tipo... Lagostas de estimação, nerds, brigas de irmãs e teatro. Só a "lagosta de estimação" já me fez colocar o livro nessa lista. A pobre protagonista ainda tem esperanças do bicho não ter morrido na panela? rsrs

Qual a chance disso dar certo?

Levando em conta que a Lagosta não parece ser a protagonista (e isso faria ganhar destaque nessa lista, kkk) acho que até tem chance de dar certo... Quem sabe aos olhos de crianças seja mais "fofo"...

4. CAÇADORAS LÉSBICAS VIRGENS DE UNICÓRNIOS (Nadia Dantes)



"No ano de 2050 os unicórnios foram descobertos, mas eles não eram nada inocentes ou bonitos. Sim, eles eram brancos, possuíam um chifre que poderia curar qualquer doença, e só podiam ser atraídos de seu esconderijo por uma virgem. No entanto, é aí que as semelhanças entre unicórnios reais e os mitos acabam. 

Nunca existiu um ser tão corrupto ou voraz quanto um unicórnio. Eles destruíram o mundo, e só depois de destruirmos a todos eles é que a nossa sociedade pode voltar ao que era. 

Eu sou eternamente grata por eles não serem inocentes ou bonitos. Se assim fosse, eu poderia me sentir culpada sobre as coisas que devo fazer. Como um Cavaleira Virgem, não é apenas o meu dever caçá-los à extinção. É um prazer."

O que dizer sobre "ISSO"?
Isso me lembra um filme B. Em nenhum momento da sinopse se fala de lésbicas, só de unicórnios e de virgens. Parece salada-de-fruta. Apesar de não ter nada contra lésbicas, acho que eu torceria pros Unicórnios. Eles parecem tãoooo fodões (desculpe o termo, rsrs) e legalmente maus! Adoro Unicórnios! 

Qual a chance disso dar certo?

Nem ideia. 

5. REMY (Diogo Bercito & Julia Bax)



"Remy é a adaptação de uma história curta escrita pelo jornalista Diogo Bercito durante sua adolescência, com base em sua experiência com a bronquite asmática – quando, durante a inalação, sua mãe lhe dizia que ele tinha um gatinho dentro do pulmão, miando.
A história começa de fato quando o protagonista morre e, em seu mundo porvir, é colocado diante do gato falante que vivia dentro de seu pulmão. A partir daí, ambos se engalfinham em discussões retóricas a respeito da experiência da vida, da morte e do que mais houver nas frestas do tempo."
O que dizer sobre "ISSO"?
Ter um gato dentro do peito e por isso morrer de problemas respiratórios. Até aí vai. Mas a parte em que o garoto e o gato começam a filosofar me levam a pensar que o autor foi longe demais. 

Qual a chance disso dar certo?
Não sei. Isso é uma adaptação em quadrinho e quadrinhos sempre aceitam coisas bizarras... Teria que ler para saber.

***

Espero que tenha se divertido lendo essas sinopses tanto quanto eu. 

NÃO SE ESQUEÇA!

Por mais louca que seja a sinopse, se você se interessou, dê uma chance ao livro. Você pode acabar lendo algo muito maravilhoso. Ou não! kkk

BOA SORTE!!!